domingo, 21 de abril de 2019
83 98826-4620
Geral

25/03/2019 às 14h30

65

/

O herói sem rosto
Foi ontem que a noite levou o herói sem rosto. Era um sábado, dia 6 de dezembro de 2008 quando ele partiu deixando saudade nos corações de seus familiares, leitores e amigos.
O herói sem rosto
Crédito da foto: Internet

O conheci de perto a partir do ano de 1988, ocasião em que iniciei na advocacia, oportunidade em que tive a satisfação de conviver mais de perto com o Herói Sem Rosto. Elegante e sempre prestativo, era portador de um grande potencial cultural e de uma visão diferenciada sobre o mundo e o homem. Até ali eu só conhecia o professor, o advogado e o cronista. Na época, eu ainda não havia enveredado pela escrita, mas tinha o hábito da leitura dos escritos do Herói Sem Rosto e do Pe. Francisco Pereira. Sonhava um dia escrever algum texto ao lado dos dois grandes mestres. O tempo foi generoso comigo, pois graças ao Correio da Paraíba, meus pensamentos foram levados ao mundo através de suas páginas e terminei realizando tal sonho. 


Convivi com esse Herói na sua fase adulta. O homem que viveu sempre com maestria e altivez, soube enfrenta a dor, que revela a fortaleza ou fraqueza do ser humano. Luiz Augusto Crispim, de pé soube enfrentar os percalços e obstáculos até o último segundo de vida, com uma força inquebrantável. A morte nos leva a embalagem física, mas deixa no âmago de cada um de nós a essência daquele que partiu. O mundo do herói sem rosto apesar de transportado para a ficção, sem dúvida, existiu. A sua Santa Cruz da Serra encontra-se tão perto de nós, que nem imaginamos.


Abrindo o meu exemplar do “Herói Sem Rosto” percebi que a dedicatória de Crispim encontrava-se sem data, como se ele propositadamente tivesse ali consignado seu afeto de forma a ser lido sempre no tempo presente. No amanhecer de cada dia renovamos a esperança de um dia lá na Santa Cruz da Serra nos encontrarmos e, assim, eu usufruir de novas lições. 


Onaldo Queiroga

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Onaldo Queiroga

Onaldo Queiroga

Blog/coluna Juiz de Direito, Escritor, grande admirador das obras de Luiz Gonzaga, nascido na cidade de Pombal (PB), mora e exerce o cargo de Juiz de Direito atualmente na capital João Pessoa.
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium